+

Apresentação e História do LIM

foto2

Em 1992, Prof. Dr. Irineu Tadeu Velasco assumiu como Professor Titular da recém-criada Disciplina de Emergências Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Pela primeira vez, no Brasil, o atendimento das emergências clínicas era visto como uma área com particularidades próprias dentro da Clínica Médica.
Uma vez empossado, Prof. Irineu Velasco notou a deficiência no País de Ensino e Pesquisa específicos na área e suas primeiras medidas no sentido de corrigir essas falhas foram:

    • Criar um Programa de Pós-Graduação que abrangesse temas e orientadores afins com o assunto e
    • Estruturar um laboratório onde se desenvolvesse pesquisa translacional de qualidade, dirigida a problemas encontrados em salas de emergência.
foto1

foto3

Assim, em 1996 foi criado o Laboratório de Investigação Médica (LIM-51) pelo Prof. Irineu Tadeu Velasco numa área cedida pela direção da FMUSP e reformada com verbas da Fundação Zerbini.
A seguir, reuniu um grupo de pesquisadores atuantes na própria Disciplina e criou um Projeto Temático que foi aprovado pela FAPESP sob número 96/10377-7.

Os recursos oriundos desse projeto permitiram que o LIM-51 fosse completamente equipado e este foi oficialmente inaugurado pelo então Diretor, Prof. Dr. Marcelo Marcondes, em 26 de setembro de 1997.

Desde então, o LIM-51 agregou diversos docentes da Disciplina e foi responsável pela formação de toda uma geração de pesquisadores na área.

Hoje, ainda sob a liderança do Prof.Irineu Velasco, o LIM-51 exibe uma produção científica consistente e de qualidade, sempre procurando a excelência, com ênfase na pesquisa translacional, isto é, ligando os conhecimentos básicos à prática clínica.

Galeria de fotos LIM